História do Forró

Conheça a história do Forró, o ritmo vindo do Nordeste que encantou todo país

08

O Forró é um ritmo contagiante. A paixão dos brasileiros por esse estilo musical pode ser explicado por dois motivos. Primeiro, porque ele é capaz de animar qualquer festa. Além disso, o Forró também é muito bom para a saúde, pois reduz calorias e fortalece os músculos das pernas, do abdômen e dos glúteos. Geralmente uma hora de Forró é capaz de queimar 200 calorias ou mais.

Mas, onde surgiu este ritmo que conquistou os brasileiros? Quais são os tipos de Forró mais conhecidos? Conheça essas e outras curiosidades logo abaixo!

Significado

A princípio é possível destacar que o termo “Forró” se refere a festa onde, normalmente, as pessoas dançam, tocam e se divertem. No entanto, o termo não é designado para todo tipo de festa ou para qualquer música. É necessário ter uma sequência de ritmos nordestinos como, por exemplo, o xaxado, coco, baião, xote, entre outros. Hoje em dia, muitas pessoas acreditam que o Forró pode ser definido como um gênero musical e como uma dança.

Etimologia da palavra

Atualmente, existem três versões para a origem histórica do termo “Forró”. Entre elas, a mais conhecida afirma que o termo apareceu, pela primeira vez, no fim do século XIX. Ele surgiu nas construções das estradas de ferro no Nordeste, onde alguns ingleses moravam.

Naquela época, os ingleses faziam várias festas, porém poucas eram abertas à população. Quando o acesso era liberado para o público geral, na entrada havia um cartaz com a seguinte frase: “For All”, ou seja, “para todos”. Acredita-se que o termo Forró surgiu como variação da pronúncia dessa expressão.

A segunda versão é muito semelhante a primeira. No entanto, a principal diferença é em relação aos responsáveis pela festa que, nesse caso, eram os soldados norte americanos. Os eventos ocorriam durante a Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945).

A terceira versão é a mais antiga. Nela, o termo forrobodó, de origem africana, ficou conhecido. Acredita-se que este termo significa “algazarra”, “festa para a ralé” e “arrasta-pé”.

Tipos de Forró

Forró Pé de Serra

Em meados da década de 1940, no Nordeste, surgiu o famoso Forró Pé de Serra. A principal característica desse ritmo é que ele possui como fonte de inspiração o universo rural do sertanejo. Geralmente, esse ritmo é tocado por trios de zabumba, além de sanfona e triângulo. A maioria das danças tem passos básicos e variações simples, entre elas, podemos destacar: o giro simples da dama. No Brasil, o Forró Pé de Serra é representado por vários artistas. É possível destacar: Luiz Gonzaga, Jackson do Pandeiro, Dominguinhos, Genival Lacerda e Adlemario Coelho.

Forró Universitário

O Forró Universitário surgiu, entre as décadas de 1990 e 2000, quando jovens da região Sul do nosso país começaram a tocar e a dançar o Forró de Pé de Serra com coreografias diferentes das que eram conhecidas até então. Os novos estilos tinham influências do Rock`n Roll, Samba, Funk e Reggae.

As influências que o Forró Universitário recebeu foram responsáveis por introduzir novos passos como, por exemplo, giros mais complexos. Este ritmo tem três das várias danças que compõe o Forró Pé de Serra. São elas: baião, xote e xaxado (menos comum). Na música, são utilizados violão, contrabaixo e percussão.

Várias bandas universitárias como, por exemplo, Fala Mansa, Rastapé e Forróçacana, agitam as festas pelo país afora.

Forró Eletrônico

Este ritmo surgiu na década de 1990. Tem uma linguagem estilizada e um visual muito chamativo. Utiliza instrumentos eletrônicos como guitarra, contrabaixo e, especialmente o órgão eletrônico, que substitui a sanfona. A dança é mais sofisticada e não possui passos pequenos como ocorre em outros tipos de Forrós que citamos. Entre os artistas, podemos destacar: Frank Aguiar e as bandas Mastruz com Leite, Magnificos, Calcinha Preta e Calypso.

Autor: luislins

Pernambucano, Casado, quatro filhos, Servidor Público.

Obrigado pela sua participação!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.