CURIOSIDADES SOBRE A ESCRAVIDÃO NEGRA NO BRASIL

escravidão i
Favor não tomar estes escritos como uma romantização da escravidão negra no Brasil. O sofrimento dos escravos perdura até os dias atuais em seus descendentes, e quase são inesgotáveis, as formas de percepção do preconceito que se abate sobre os herdeiros daqueles que outrora – com sangue, suor e vidas perdidas – constribuiram decisivamente para as bases do desenvolvimento econômico, cultural e social deste país.

Seguem publicadas aqui, algumas curiosidades do cotidiano dos escravos/as no período colonial brasileiro que podem nos dar uma vaga idéia da dureza e crueza da vida dessas pessoas no seu fazer diário.

1. Terra de branco, a Casa Grande era fortaleza, banco, escola e hospedaria;

2. Na sala, as orações eram feitas em latim. Os africanos reinterpretavam: RESURREXIT SICUT DIXIT ( ressuscitou, como havia dito), que virou, na prática, “reco-reco Chico disse”;

3. Crianças brancas e negras andavam nuas e brincavam até os 5 ou 6 anos anos de idade. Tinham os mesmos jogos, baseados nos mesmos personagens fantásticos do folclore africano. Mas aos 7 anos, a criança negra enfrentava sua condição e precisava começar a trabalhar;

4. Não havia escola para escravos e forros, mas, algumas poucas vezes, aqueles que trabalhavam na casa-grande, bilingues na prática, ia à sala de aula;

5. A cozinha era muito valorizada na casa-grande. Conquistou o gosto dos europeus e brasileiros para os pratos de origem africana como vatapá e caruru, comuns na mesa patriarcal do Nordeste. A cozinha ficava num anexo da casa, separada dos cômodos principais por depósitos ou áreas internas ;

6. A senzala, um único espaço se destinava ao lazer e sono de todos os escravos;

7. Normalmente, divisões internas da senzala separavam homens e mulheres. Mas, algumas vezes, era permitido aos poucos casais aceitos pelo senhor morarem em barracos separados, de pau-a-pique, cobertos com folhas de bananeira;

8. Aos domingos, os escravos tinham direito de cultivar mandioca e hortaliças para consumo próprio. Podiam, inclusive, vender o excedente na cidade. A medida combatia a fome do campo, pois a monocultura de exportação não dava espaço a produtos de subsistência;

9. Quando a noite caia, o som dos batuques e dos passos de dança dominava a senzala. As festas e outras manifestações culturais eram admitidas, pois a maioria dos senhores acreditava que isso diminuia as chances de revolta;

10. Em Salvador, primeira capital do Brasil, quase a metade da população era escrava;

11. Com a expansão das cidades, multiplicam-se escravos urbanos em ofícios especializados, como pedreiros, vendedores de galinhas, barbeiros e rendeiras. Os carregadores zanzam de um lado a outro, levando baús, barris,, móveis e, claro, brancos.

12. Forras quituteiras faziam doces de tabuleiro e rivalizavam com as receitas das escravas que pilotavam as cozinhas das senhoras. Além de atrair clientes, elas tinham de cuidar dos filhos, brincando à sua volta. Pelas ruas das cidades, haviam crianças aos montes e muito barulho;

13. Nas esquinas, forros e escravos de mesmas etnias ou ofícios se reuniam à espera de clientes. Eram “cantos”, agrupamentos estimulados pela administração pública, que instigaca hostilidades entre os negros para evitar a associação em massa contra a elite branca.

Fonte: Aventuras na História.

No espaço para “comentários”, o leitor/leitora pode contribuir com suas análises, criticando, aprofundando e acrescendo o texto com mais riqueza de informações. Estes comentários podem ser publicados aqui no Mania de História, a depender da qualidade e pertinência dos mesmos.
joaquim

Nota: O Pernambucano Joaquim Nabuco foi e é tido por muitos como um dos grandes abolicionistas do Brasil. De fato, a história não pode negar-lhe esta bandeira, mas em sua trajetória de vida são encontradas muitas fissuras e contradições que são explicadas como: “era um homem de seu tempo”.
Clicando aqui, você encontrará um artigo da revista Veja (2005) com observações bem postas a respeito da formação e das idéias do renomado embaixador e defensor do fim da escravidão no Brasil.

O fator Nabuco (Revista Continente Multicultural)

Quem quiser saber sobre a vida da Princesa Isabel, clique aqui.

Autor: luislins

Pernambucano, Casado, quatro filhos, Servidor Público.

70 comentários em “CURIOSIDADES SOBRE A ESCRAVIDÃO NEGRA NO BRASIL”

  1. Desumanidade igual a esta e uma tristeza,por isto Deus criou a vida e a morte ,para mostrar-nos que somos todos iguais

  2. Ai o gostoso seu filho de uma galinha vc dis isso pq vc e um filhinho de papai que so sabe o que e negro quando vc e sua mae dao o rabo p nos

  3. negro branco é gay,micheal jackson virou branco pa ser gay cuidado negro branco
    se n aguenta a vara pegue o cacetinho
    negro de coraçao é um fdp q chupa ovos crus,negro anda de onibus pa ver quem é mais forte
    jopse fez uma frase bonita q expressa td q eu penso
    escravidao é um sistema antieconomico e atormentou a vida de pessoas inocentes q eram retiradas dos seus lares por anos

  4. negro branco é gay,micheal jackson virou branco pa ser gay cuidado negro branco
    se n aguenta a vara pegue o cacetinho
    negro de coraçao é um fdp q chupa ovos crus,negro anda de onibus pa ver quem é mais forte
    jopse fez uma frase bonita q expressa td q eu penso
    escravidao é um sistema antieconomico e atormentou a vida de pessoas inocentes q eram retiradas dos seus lares por anos
    chupem nugets

  5. Pena q tenhamos ,ainda,pessoas explicitando comentários tão pobres de conteúdos,inclusive com expressões chulas,em contexto tão rico feito este.
    Sugiro publicações sobre o Day After 13 d maio.O menospreso social pós abolição.

  6. nossaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!que paia eu tenho tudo mentiraaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

  7. seus bando de idiotas seus burrosssssssss!!!
    naõ sabem valorizar uma boa informação !!seus merda se não gostou faz melhor seus gay!!!!!

  8. MUITO BOM OS TEXTOS ACIMA, PENA QUE AS PESSOAS NÃO VALORIZEM A HISTÓRIA PARA MELHORAR O NOSSO DIA A DIA A MNEIRA DE VER O MUNDO E AS PESSOAS POR ISTO QUE O BRASIL ESTA DO JEITO QUE ESTA.

  9. e muito bom saber sobre a escravidão a aprendemos muitas coisas que não sabemos conpartilhamos um pouca de nossa vida
    com esse site aprendemos tambem a valorizar mais os negros escravos e seus descentes
    aprendemos tambem a ver melhor suas culturas e crenças e que mesmo sem querer fazem parte da nossa vida
    naõ devemos ter preconceito contra os negros

  10. é muito bom saber sobre a escravidão os castigos,a alimentação e etc e outras coisas.então autor ou autora parabens pelo texto que voce fez sobre a vida dos escravos negros.gostei muito do seu texto.
    xau

  11. ESCRAVIDÃO NOS FALAMOS QUE SÃO NEGROS QUE SÃO OBRIGADOS.. E TAMBEM APRENDEREMOS MUITO MAIS QUE ISSO QUE ESTAMOS FALANDOO AGORA .
    QUEM QUIZER MELHORAR MUITO MAIS QUE ISSO QUE ESTA AGORA SO TER ESFORÇO CRE NO NOSSO DEUS QUE ELE VAII TE AJUDAR.. FOI MUITOO BEOM ESVREVER ESSE TEXTO AMIGOS.

    FIQUE COM DEUS TODOS ♥

    [RED] Renata

  12. nada a ver quem fala que essa materia e lixo nao da valor nem pra si mesmo pq isso e pura historia verdadeira e essa pessoa e uma ipocrita arrogante que nao sabe valorizar sua propria cultura de um povo que sofreu tanto e que foi tratado como animal paraa poder nao deixar sua cultura morrer!!!!! esse idiotas que vivem falando merda na internete nao sabe valorizar nada de nada na vida eles que se fodaqm pq essa materia e otimaaaaaaaaaa

  13. acho super legal toda esta coisa de negro e de rasismo,não que eu seja rasista,eu ja fui todo mundo da minha familia achava totalmente errado,e então eu não sou mais!!!!!!

  14. Como descendente de africanos (avô paterno( filho de escravo, mas liberto pela lei do ventre livre) e de avó descendente de alemães), espanhóis (bisavó) e indio (avô), tenho uma constituição genética bem definida, mas na pele não muito bem explicada e nem menos na certidão de nascimento, onde consto como “pardo” (como papel de enrolar peixe), as vezes no meio de bancos sou chamado de “branquinho, amarelo, moreninho, mulato”, mas este artigo poderia ir mais fundo na questão da farsa que foi a liberdade da etnia negra, de como as mulheres muitas delas nobres da África foram violentadas, como foram enclausuradas em celas com 10 á 15 homens negros para cada mulher (para a “cruza”), como seus filhos, após serem abusadas pelos então “senhores europeus (espanhois e portugueses” eram depositados na “Roda” da Santa Casa de Misericórdia, ou muitos eram mortos pelas suas mães para não serem escravos e abusados…
    Poderia citar como os negros foram dizamados nas guerras do Paraguai, por exemplo, que em troca da suposta liberdade, concedida pela então gentil Princesa Isabel, deixou-os sem casas, empregos, sem dignidade e muito se obrigaram novamente a serem escravos em troca de comida ou favores, como muitos foram para as periferias, para as “malocas” do Bixiga, Santa Cecilia, na Rua Conde de São Joaquim, em condições muitas vezes sub-humanas….
    Poderia citar que estes negros, em troca de terras, foram colocados no front de batalha, com a promessa que se voltassem herdaria terras, para sí e suas familias, e muitos morreram mas alguns retornaram em vida, por isso temo o bairro do Bixiga entre outros que ainda a elite branca tenta empurrar os negros destes locais para as periferias, isto é historia!
    Por isso muitos ignorantes como estes que postaram comentários esdruxulos, preconceituosos, bem na linha desta elite podre da nossa cultura brasileira, que se alimentaram por décadas de “historinhas da Carochinha” dos livrinhos pedagógicos das escolas idiotizantes.
    Vamos ser cidadãos conscientes da sua cultura e de sua história, pois um povo sem passado, não tem história, e sem história é apto para ser coônia!

  15. esses comentarios de merda nem sabem nada sobre historia
    vão tudo se ferraa caraiii aaaahhh
    seus FDP kkkk
    hahahahaha

  16. Violencia e cruldade no coração do homem que teve a coragem de escravizar pessoas inocentes.Um bando de covardes que vão prestar contas com Deus. Nada é encoberto debaixo do céu. Nada ficará impune!!!!

  17. oooow. essa maria gabriele ia se encantar no gostozao akiiee . muarara ;9 as duas pra fala a verdadi, essa julinha aai tenq vi aq TCHAKA TCHAKA NA BUTHAKA kkkkkkkkkkk ‘ zoei. TO FORA DE BRIGA DE PIRANHA!!

  18. Gente, o conteúdo do texto é informativo e fácil de se entender, pena que pessoas que REALMENTE querem aprender algo, se vêem obrigados à aturar tais hostilidades vindas de certos idiotas por meio de comentários.

    1º- Homossexuais são gente como a gente e só porque têm outra preferência sexual eles são humilhados, excluídos e maltratados!
    2º- Acho uma (desculpem a palavra por favor) PUTA SACANAGEM ter que aturar esses otários sem nada pra fazer que comentam essas idiotices sem tamanho e ninguém fala NADA! E os comentários CONTINUAM ALI!Pra quem quiser ver e acrescentar mais idiotices!
    3º-Eu, uma menina de 12 anos tenho mais sensatez que vocês, que devem ser uns adolescentes que não tem mais nada para fazer e vão falar baboseiras!
    4º-Os comentários são para elogios, acrescentar e corrigir informações e/ou dar criticas e sugestões C-O-N-S-T-R-U-T-I-V-A-S!!!!!!!
    º-Se não gostou do texto, NÃO COMENTA PORRA!!!!!!

    Desculpem o palavreado mais uma vez pessoal e, para o pessoal do blog, o texto está de parabéns!!! 😀 Só por favor excluam esses comentários sem utilidade!!!

  19. Putz manooooo!!!!!!Eu tenho 15 fia….E ooooolha, é verdade seus trouxa!Uma minina com 12 anoooos tem mais vergonha na cara que vocês seus bando de filadamãe que não tem mais o que fazer…E pra certas pessoas aê: Putaria deixa pra vida real CRL!!!!! Vai na esquina caramba!!!!E só pra constar putaria é bom é o caralho!!!!!Isso é coisa de vadia e putenheiro!!!!

  20. munto interesante esse conteúdo pena que existem pessoas que não levão isto a cério
    eu tenho apenas 12 anos mas já consigo saber de muitas coisas usando este site
    me ajudou bastante com trabalho escolar!!!!!!
    parabens pelo site

  21. essa merda n me ajudou em nada oq adianta gostar de historia ler as historias e nao servi-la a nada ai q raivaaaa!!!!kkkkkkkkk bjs pra geral aki e dany santana.

  22. nÃO SEI COMO A DIREÇÃO DESSE SITE PERMITE COMENTÁRIOS DE PESSOAS DE EXTREMA IGNORÂNCIA E FALTYA DE SENSO CRÍTICO DE MANEIRA CULTA , EDUCADA.
    DECULPA O TEXTO PUBLICADO RECEBE MEUS PARABÉNS MAS ME ARREPENDI DE TER VINDO AQUI E ACHO DESRRESPEITOSO O SITE PERMITIR ESSES COMENTÁRIOS DE BAIXO CALÃO. NOTA ZERO PARA VOCÊS

  23. CORREÇÃO:
    NÃO SEI COMO A DIREÇÃO DESSE SITE PERMITE COMENTÁRIOS DE PESSOAS DE EXTREMA IGNORÂNCIA E FALTA DE SENSO CRÍTICO DE MANEIRA CULTA , EDUCADA. TALVEZ, PESSOAS IMATURAS, SEM SENSIBILIDADE, PESSOAS QUE NÃO SABEM NEM O QUE ELA PROPRIA REPRESENTA EM UMA SOCIEDADE QUE PREGA A LIBERDADE . NÃO SABEM, NÃO CONHECEM A IMPORTÂNCIA DA CONTRIBUIÇÃO NEGRA PARA NOSSA CULTURA, NÃO SABE QUE MÚSICA O RITMO A COMIDA E TALVEZ UM OBJETO QUE ELES TANTO ADORAM TENHA VINDO DA CULTURA NEGRA LÁ DO PASSADO, ENFIM, PREFEREM FAZER COMENTÁRIOS IDIOTAS, CHULOS, E NO ENTANTO, MOSTRAM A SUA PRÓPRIA IGNORANCIA EXPLÍCITA. NOSSOS JOVENS DEVERIAM APRENDER A TER RESPEITO PELO BRANCO, PELO INDIO, PELO HOMOSSEXUAL, PELO IDOSO, ENFIM, PELO SER HUMANO, DEVERIA NA VERDADE TER RESPEITO POR SI PRÓPRIO. ISSO NÃO É NÃO SERIA APENAS UM DEVER E SIM UMA OBRIGAÇÃO QUANDO SE VIVE EM UMA SOCIEDADE LIVRE.
    DECULPA O TEXTO PUBLICADO RECEBE MEUS PARABÉNS MAS ME ARREPENDI DE TER VINDO AQUI E ACHO DESRRESPEITOSO O SITE PERMITIR ESSES COMENTÁRIOS DE BAIXO CALÃO. TO DESCEPCIONADO COM QUE VI AQUI

  24. isso é uma injusticia me da vontade de gritar aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

Obrigado pela sua participação!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.